quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

NOVO BLOG DA ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE PLANALTINA

O Blog da Administração Regional de Planaltina atingiu o seu limite de publicação.
A partir de agora acesse o nosso novo endereço e continue acompanhando o que é notícia na cidade.
 
Fique por dentro do que acontece!

EMPLACAMENTO DE CARROÇAS

A Administração Regional de Planaltina, através de sua Gerência de Segurança e Saúde, já realizou etapas de formação e orientação dos condutores de veículos de tração animal, vacinação e chipagem dos animais, coleta de material para exames e agora o emplacamento das carroças.
 
Dentro do Programa “Planaltina Cidade Sustentável,” a Ação visa conscientizar os carroceiros sobre a importância com o meio ambiente, cuidados com os animais, descarte correto dos resíduos que não podem ser reciclados, noções de trânsito, empreendedorismo, cadastramento dos trabalhadores e emplacamento das carroças. Assim, a fiscalização do setor será mais eficiente.
 
De acordo Célia Lino, responsável pela Gerência de Segurança e Saúde, “a idéia é ter um cadastro de todos os carroceiros da cidade e um controle para evitar animais abandonados ou submetidos a maus tratos". 
Essas medidas farão com que os trabalhadores deste setor busquem emplacar seus veículos de tração animal e que passem a respeitar a carga horária máxima de oito (8) horas por dia, após esse período, os animais devem ser recolhidos em pastos com água e alimentação.
 
Todos os carroceiros interessados em regularizar a situação de seus veículos e obter mais informações devem comparecer à Sede da Administração Regional, na Gerência de Segurança e Saúde, sala 15 ou pelo telefone 3488-9215.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

VISITA DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA

O Administrador Regional de Planaltina, Professor Nilvan Vasconcellos, se reuniu hoje (05/12), na Administração Regional, com diversas autoridades do serviço público de Planaltina para juntos receberem o Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Sandro Avelar. O encontro teve como objetivo discutir a situação da segurança da cidade, assim como, buscar soluções que contribuam com a diminuição do índice de violência e consumo de drogas.

De acordo com o Secretário, a reunião foi de suma importância para integrar ainda mais os setores da Administração Pública “a solução está na união entre o Governo e os Órgãos competentes, deve-se trabalhar conjuntamente no combate à violência e preservação da segurança”, afirmou ele. Na ocasião, Sandro Avelar reconheceu a importância e necessidade da criação do Batalhão Rural e garantiu que irá trabalhar arduamente para que isso se concretize, contudo, ressaltou a dificuldade se colocar em prática algumas sugestões por encontrar um número reduzido no efetivo da Polícia Militar, “no momento não temos condições de atender essa demanda, mas nada impede que outras opções sejam estudadas para melhor atender a comunidade de Planaltina.”

Representantes da 16ª e 31ª DP, 14º Batalhão, Corpo de Bombeiros, Conselho de Segurança, Associação Comercial (ascip) e colaboradores da Administração estiveram presentes e finalizaram a reunião com o saldo positivo. “A análise do resultado desse encontro é positiva, pois reconhecemos que se tem realizado um intenso trabalho de articulação com os profissionais de segurança do DF”, afirmou o Administrador.

Atualmente, o GDF conta com o Programa “Ação Pela Vida” que tem como objetivo reduzir a criminalidade e intensificar o combate à violência no Distrito Federal. Para garantir uma ação efetiva, o programa é dividido por AISP’s (Áreas Integradas de Segurança Pública) e tem os resultados das operações realizadas mensuradas de acordo com oito eixos de enfrentamento à violência: crimes violentos letais intencionais, contra o patrimônio, tráfico de drogas, armas de fogo, violência no trânsito, pacificação social, reflexos do entorno e criminalidade infanto-juvenil.

De acordo com o último relatório, Planaltina apresentou uma redução significante nos casos de violência, esses dados são importantes para a análise criminal da cidade e utilizados para aplicação de estratégias e políticas públicas no policiamento ostensivo realizado pelos grupos de segurança. “Sabemos que os gráficos podem ter números variados, às vezes maiores, outras menores. Mas deixemos claro que os Órgãos responsáveis pela segurança em Planaltina se esforçam para que o melhor seja feito e assim será continuado. Não mediremos esforços para garantir a segurança aos moradores da região, “ concluiu Dr. Márcio Salgado, Delegado Chefe da 31ª DP.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

ENERGIA COM CIDADANIA:IMPLANTAÇÃO DA REDE ELÉTRICA E ILUMINAÇÃO PÚBLICA


O primeiro dia do mês de dezembro de 2012 entrará para a história dos moradores da Avenida Contorno, Chácara 100, na Vila Vicentina, em Planaltina. A população está sendo atendida com pequenas obras, no entanto, de grande valia, as quais irão proporcionar uma sensível melhoria na qualidade de vida de todos da região.

 A implantação da Rede Elétrica era uma reivindicação antiga da comunidade, que só tinha energia elétrica clandestinamente através de "gatos" e gambiarras. As interrupções no fornecimento de energia, eram constantes entraves para o comercio, atividades domésticas e escolares, além de deixar os moradores inseguros e com prejuízos materiais, pois era comum a perda de aparelhos elétricos eletrônicos que se queimava com as quedas de energia.
 
Por orientação do Governador Agnelo Queiroz, a CEB (Companhia Energética de Brasília), não tem medido esforços para alcançar, com um serviço de qualidade, todas as comunidades do DF que ainda não dispõem dos serviços da CEB, prova disso foi a instalação da rede de energia elétrica na Avenida Contorno.

A Administração Regional de Planaltina tem feito estudos detalhados de todas as demandas e interversões que são necessárias na cidade e tem buscado soluções, junto às autoridades competentes, para que os mais de 235 mil habitantes desta cidade vivam  com qualidade e tranquilidade.

Outras áreas também estão sendo iluminadas em resposta ao cumprimento do compromisso com a população planaltinense. Os Condomínios Park II e Santa Mônica também receberam iluminação. 

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

EDUCAÇÃO A SERVIÇO DO MEIO AMBIENTE – ALUNOS FAZEM DA SALA DE AULA UM ESPAÇO DE PESQUISA E CONSCIENTIZAÇÃO



Solenidade de abertura do Congresso reuniu representantes da Semarh, Ibram, Administração Regional e dos professores participantes

“Quem conhece o ribeirão Sobradinho, cuida dele”. Foi assim que os alunos Gustavo Henrique e Thalles Gomes, do 8º ano do Centro Educacional 03 de Sobradinho, decidiram se juntar aos outros colegas e realizar uma pesquisa na comunidade onde vivem para descobrir se os moradores da região conhecem o ribeirão e o que fazem para preservá-lo. Para Thalles, o trabalho os ajudou a descobrir que o curso d´água precisa ser preservado. “Esta pesquisa ajudou a abrir a mente das pessoas”, disse Gustavo. Eles constataram, por exemplo, que a falta de cuidados dos moradores tem tornado a água do ribeirão Sobradinho inapropriada para consumo.
 
Durante a 9º edição do Congresso Reeditor Ambiental, realizado nesta terça-feira (27/11) no campus da UnB em Planaltina, Gustavo e Thalles se juntaram aos alunos de outras quinze escolas e apresentaram os resultados dos trabalhos desenvolvidos durante o ano. Ao longo de vários meses, alunos e professores participaram de trilhas educativas na Estação Ecológica de Águas Emendadas (Esecae), em Planaltina, e aprenderam na prática questões relacionadas ao Cerrado: solo, vegetação, fauna, clima. Na volta para a sala de aula, eles escolheram temas ambientais a ser trabalhados – relacionados ao contexto da escola e da comunidade local –, aplicaram questionários e propuseram soluções, ações e medidas de conservação.
Em um outro estudo apresentado durante o Congresso - desenvolvido pelo Núcleo de Estudo, Pesquisa e Extensão em Agroecologia e Sustentabilidade da Faculdade UnB de Planaltina -, moradores do assentamento Márcia Cordeiro Leite falaram sobre o reaproveitamento de água da chuva na comunidade. O trabalho foi intitulado "Chuva que cai, água que fica". Plantio de árvores na escola, hortas comunitárias e ervas medicinais também estiveram entre os temas discutidos pelos alunos durante o evento. Os resultados foram traduzidos em pinturas, desenhos, músicas e teatro.
A superintendente de Estudos, Programas, Monitoramento e Educação Ambiental do Ibram, Lélia de Sá, destacou durante a abertura do evento que a educação ambiental gera atitudes positivas e que as crianças sempre se lembrarão do que foi ensinado ali. “Leve os aprendizados daqui para a casa de vocês e ajudem a colocar em prática estas noções de proteção ambiental”, afirmou aos alunos. O subsecretário de Sustentabilidade Socioambiental , Cadu Valadares, reforçou a importância de estabelecer vínculos com o meio ambiente e estimular os alunos a se relacionarem com aquilo que está ao redor deles. “A gente cuida de tudo aquilo que a gente gosta, conhece e está próximo”, destacou Cadu. Também participaram da abertura do evento a coordenadora de Educação Ambiental do Ibram, Tatiana Castro e o administrador de Planaltina, Nilvan Pereira.
Reeditor Ambiental
O projeto, desenvolvido por meio da metodologia NEPSO (Nossa Escola Pesquisa sua Opinião) do Instituto Paulo Montenegro, contemplou este ano cerca de 500 alunos. O objetivo é incentivar o protagonismo juvenil, estimulando os alunos a se envolverem nos assuntos ambientais.
Laboratório Social
Professor da UnB, Irineu Tamaio comentou durante o Congresso sobre a importância das atividades desenvolvidas. “Ações como esta permitem que os alunos construam suas próprias narrativas, representem o território onde vivem a partir de suas próprias imagens. Além disso, a escola se torna um espaço de pesquisa, contrariando a ideia de muitos de que a pesquisa só pode ser desenvolvida no âmbito da universidade, dos laboratórios”, afirmou Tamaio. Doutor em Desenvolvimento Sustentável pela UnB e mestre em Geociências pela Unicamp, Irineu Tamaio atua na área de educação ambiental.
Fonte: Ascom Ibram DF

PRESERVE BRASÍLIA

A Quinta edição do Prêmio José Aparecido de Oliveira selecionará projeto que aponte ações para preservar a capital federal como Patrimônio Cultural da Humanidade 

Estão abertas as inscrições para a quinta edição do Prêmio José Aparecido, até hoje (28/11). O concurso é voltado para instituições públicas e privadas, grupos, agentes sociais, estudiosos e professores que desenvolvem projetos para a preservação de Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade.

O vencedor receberá R$15 mil, além do Troféu Hélice – Infinito, Prêmio José Aparecido de Oliveira. A comissão julgadora poderá, ainda, conceder certificado de menção honrosa aos trabalhos que tenham se destacado no concurso. O prêmio será recebido pelo vencedor em 7 de dezembro, data do reconhecimento de Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

Os trabalhos que concorrerão ao concurso devem ser apresentados em forma de dossiê, datilografado ou digitado em ambiente Word e impresso. Os inscritos também devem reunir documentos escritos,  conjunto de imagens, audiovisuais ou produtos que ilustrem a ação desenvolvida,  como fotografias, slides, peças pedagógicas, livro, texto, CD-ROMs, CDs e outros. As peças apresentadas no ato da inscrição devem ser acondicionadas em envelope lacrado e apresentar o número recebido no ato da inscrição.

Para selecionar o melhor trabalho, a comissão seguirá quatro critérios: adequação ao objeto do Prêmio José Aparecido; relevância para a história e processos culturais de Brasília; exemplaridade, porque deve conter elementos claros que indicam modelos de preservação; e apresentação.

Serviço:
Inscrições: devem ser solicitadas pelo e-mail premiojoseaparecido@gmail.com
Prazo: do dia 15 até às 12 horas do dia 28 de novembro
Entrega do material: Secretaria de Cultura – Anexo de Teatro Nacional Claudio Santoro
Informações: www.cultura.df.gov.br

terça-feira, 27 de novembro de 2012

MAIS DE 200 SERVIDORES DA SAÚDE TOMAM POSSE NESTA TERÇA-FEIRA


Pelo menos 205 novos servidores da área da saúde foram empossados na manhã desta terça-feira (27/11) para reforçar o quadro de funcionários do Governo do Distrito Federal. Eles atuarão em 15 cargos diferentes. A cerimônia aconteceu em Sobradinho após a publicação do ato no Diário Oficial no último dia 26 de outubro. O Secretário de Administração Pública Wilmar Lacerda participou do evento.

Tomaram posse um assistente social, 61 enfermeiros, cinco farmacêuticos, cinco fonoaudiólogos, 11 médicos ginecologistas, quatro nutricionistas e quatro psicólogos. Ainda começarão os trabalhos 65 técnicos administrativos, de nutrição, de radiologia e de laboratório, além de nove auxiliares de laboratório e farmácia.

Fonte: Correio Braziliense